Bruno Medina, tecladista dos Los Hermanos e um dos culpados por "Anna Júlia", manda uma carta aberta para Michel Teló em seu blog. Um depoimento de quem já passou pelo mesmo problema. Ter um hit grudento não é mole.

Olha um trecho:

"Afinal, eu mais do que ninguém sei o que é estar a frente de uma canção que fugiu do controle. Na época em que Anna Júlia foi lançada, ao menos, não havia Youtube, o que certamente poupou nossos detratores da infindável proliferação de clipes da música, protagonizados por bêbados gregos dançando em Ibiza ou por italianos solitários cantando o refrão pegajoso em frente a webcam."

Achei demais essa sacada do Bruno (mais por ter lembrado que "Anna Júlia" já foi um hit na proporção de "Aí, Se eu te pego" do que pela cutucada no Teló, que eu acho desnecessária e sem graça). Leia a íntegra no blog dele.

Quando virá o Bloco Do Eu Sozinho do Teló?