quem não entende tanto do assunto. Esse post faz parte do Movimento Blog Voluntário.

Resolvi associar meu texto ao meu atual e árduo cotidiano: comecei quinta-feira no emprego novo, mudei de período na faculdade e isso definitivamente me deixa pouco (ou quase nenhum, mesmo) tempo para atualizar meu blog, ler os blogs que eu lia, baixar Lost (e isso é provavelmente o que mais me dói). Otimização de tempo no PC, agora, é essencial pra mim, já que a intenção é passar a menor parte possível do tempo livre no computador e todo o resto dormindo. Muito e profundamente. A melhor maneira de otimizar tempo na web sem eliminar nenhuma atividade da rotina virtual é usando um leitor de feeds RSS. Até eu, que costumava achar esse negócio de RSS uma besteira, me rendi às maravilhas dos agregadores.

newspaper_feed_128x128
Creative Commons License photo credit: Chesi - Fotos CC

Se você ainda não sabe o que é um leitor de feed onde você vive?, eu explico. Um feed RSS é um arquivo, gerado - de alguma maneira que eu desconheço (não precisa saber como, só precisa saber que acontece) - pela maioria das páginas da rede. Esse arquivinho contém um log (um registro) dos textos publicados na página em questão e é atualizado sempre que o conteúdo muda. É carregando esse arquivo que os leitores de Feed RSS funcionam.

Esses leitores (RSS Readers) são programas que, instalados no seu computador, no seu navegador ou rodando direto da Web, podem receber o cadastro desses arquivos gerados pelos sites e, então, te permitem acompanhar com facilidade as atualizações de todos os sites e blogs que você lê. O programa te informa, de maneira intuitiva, sempre que há uma atualização em determinado site cujo Feed RSS você assina, e elimina a necessidade de entrar em vários sites pra ver se eles foram atualizados. Você vai direto no que há de novo. Não há perda de tempo.

Google ReaderO software que eu uso para ler Feeds RSS é o Google Reader, que está retratado aqui do lado. Ele roda a partir da web, como todos os aplicativos do Google, e tem interface amigável para quem está habituado com a interface do Google. Além disso, como eu uso internet em vários computadores diferentes, um leitor de feeds online, que pode ser acessado em qualquer lugar, é sem dúvida o ideal para mim. Além dos softwares que podem ser baixados e instalados no PC, como qualquer outro programa, outras opçõesde leitor de feed também estão disponíveis como extensões de navegadores que aceitam esses complementos, como o Firefox e o Maxthon.

1. Para usar o Google Reader, primeiro, você precisa de uma conta do Google. Se você tem um Orkut, tem uma conta do Google. Pule para o passo 2. Se não tem uma, aproveite para criar. Nessa página, clique no quadro azul que está do lado direito, na parte de baixo, no link escrito "Crie uma conta agora". Informe os dados, leia e aceite os termos de serviço e clique em "Aceito, criar minha conta".

2. Pronto, você já tem uma conta do Google. Agora, insira seu login e senha na página do Google Reader, www.google.com/reader, e voilà!, você já está diante do seu próprio e incrível leitor de Feeds RSS! Viu, não foi tão difícil. Agora, basta adicionar um Feed para acompanhar.

3. Do lado esquerdo da tela, clique no link "Adicionar Inscrição" (figura 1). Uma janela irá se abrir. Cole nela o endereço do feed RSS do blog (figura 2). Na maioria dos casos, o feed de um site é www.nomedosite.com/feed. O feed do Olhômetro pode ser encontrado no endereço www.olhometro.com/feed, mas tem tem outros endereços, que são todos direcionados para o meu gerenciador de leitores, o FeedBurner. Mas essa é outra estória. Clique em "Adicionar" (figura 2) e aguarde.

Google Reader Figura 1

Google Reader Figura 2

Google Reader Figura 3

Pronto! Em alguns segundos, os posts do blog assinado aparecerá na tela (figura 3). O programa reconhece quando um post é lido e o tira da lista de textos novos. Agora, você vai ter mais tempo pra usar no PC ou mesmo fora dele. Ler sites e blogs usando leitores de RSS é uma mão na roda pra quem não tem tempo perder e quer se manter antenado. Adoro essa palavra. Ela é... moderna.