A campanha é no Brasil, presta atenção nas reações das pessoas em português. Ideia legal, né? Mas assustadora.

O problema é que, mesmo com campanhas de marketing boas assim, o BK ainda não está no imaginário popular como o McDonalds está - maior prova é alguém ter se dado ao trabalho de fazer algo assim por livre e espontânea vontade:

(Via @tayra, daqui)