• O jogo da semana

    Você que é fã dos jogos de simulação de gerenciamento, desde o Sim City até Rollercoaster Tycoon e o finado (esse é velho) Sim Farm vai adorar o Mcdonalds VIDEO GAME. Nesse joguinho em flash, você deve cuidar de todo o processo necessário para manter um restaurante do Mcdonalds: cultivar soja e criar gado, contratatar funcionários, cuidar do departamento de relações públicas e de publicidade… é viciante! Eu passei umas boas horinhas jogando.

  • Pessoas que colaboram para mantermos estereótipos vivos

    Elas são essenciais para as piadas da Zorra Total e do Casseta e Planeta.

    Aí vem esse cara e posta um especial humorístico zoando a menina (ela pediu):

    O terceiro cara vêm vem e faz um comentário digno de um conservador americano estúpido, desses que a gente vê sendo zoado no Saturday Night Live, e felizmente, colabora também para a manutenção do estereótipo:

    “A liberal homosexual is allowed to attack a Christian girl for not knowing some stupid liberal country in a place nobody cares about? Who CARES if france is a country? ITS THE EMEMY! And thats all you need to know! Vote NO to liberal “education”. Vote YES to Republican job creation and more consumption.”

    É como eu disse… o roteirista d’A Praça é Nossa agradece.

  • Meu natal não foi legal.

    Bom, mas ele já passou, então menos mal.

    Mudando de assunto, um site de promoções na internet indexou a promoção do mp4, de maneira que 80% das inscrições são de pessoas que nunca tinham vindo aqui antes. Por um lado, isso é bom pra ganhar mais fãs, mas eu sinceramente acredito pouco que a maioria dessas pessoas vai voltar depois que o ganhador do player for divulgado. Uma delas até falou que o blog é muito legal e me chamou de “amigo”.

    Pelo menos eu tive 21 comentários, nosso recorde.

    De qualquer maneira, agradeço a todos que participaram, e espero sinceramente que as pessoas que não conheciam o blog antes tenham gostado e voltem (principalmente porque pretendo colocar Ad-Sense em breve).

    O ganhador, segundo o programinha que eu baixei para sorteios, é o autor do comentário número 4. O nome dele é Enio, mas ele não deixou e-mail, então se ele não se manifestar em até 2 dias eu sorteio outro. Lembrando que os comentários 13 e 16 eram respectivamente pingback e feliz natal natal da polônia (!), então estipulei comigo mesma que caso esses fossem sorteados eu sortearia novamente. Não foi o caso.

    Feliz natal pra todo mundo! Recados para meus amigos, sei que isso é patético, e que vai ser um problema já que a maioria aqui não é meu amigo, mas pulem.

    Gabi: volta!

    Rafa, Carol, Marina, Saulo, Gui: voltem!

    Milena, Ju e outras off-lines: Não se vão!

  • Então é Natal…

    E as pessoas, eu inclusa, são constantemente arrebatadas por um instinto de consumo quase animalesco. De maneira que ontem, passei na Livraria Cultura depois do Gamebar e não resisti: adquiri dois novos itens para a minha estante.

    Todos nós estamos absolutamente familiriazados com a Amy e suas peripécias junkies. Eu, apesar de gostar muito da moça e achar uma pena que ela estivesse tomando o inevitável caminho da morte aos 27, achava é graça nas estórias bizarras (tipo ela dormindo em entrevistas e dizendo coisas trash). Comprei o DVD I told you I was trouble – Amy Winehouse Live in London ontem e fiquei emocionada como há muito não ficava vendo uma performance de um artista em DVD. Eu já sabia que ela era talentosa, claro, mas claramente a mulher tem esse quê de gênio e nasceu pra se apresentar ao vivo. Show a parte é o documentário que vem nos extras, em que a gente descobre que quando ela diz que não vai pra Rehab porquê o pai disse que ela estava bem e não precisava, era tudo verdade. Além disso, apesar de viver com o foda-se ligado, Amy parece ser uma pessoa adorável… long live to Amy Winehouse, se é que isso é possível. O DVD é um show à parte. Paguei R$ 35 e acho que vale a pena.

    tingo.jpgSou estudante de jornalismo, devoradora de livros e uma de minhas maiores paixões são as línguas – e, obviamente, as palavras que as caracterizam. Estudo idiomas desde que me lembro e não quero parar nunca. Esse livro, Tingo – O irresístivel almanque das palavras que a gente não tem, é pra gente que acredita que semântica não é só um negócio que a gente aprende na aula de gramática mas é quase energia e pode ter grande carga na comunicação social. O livro lista centenas de vocábulos, de dezenas de línguas, que são intraduzíveis para outros idiomas. Sim, tipo saudade em português, mas temos exemplos muito mais divertidos em outras línguas, posso garantir, que ainda ajudam a caracterizar culturalmente as nações que as falam. Por exemplo: que outro idioma, além do japonês, poderia ter outra palavra que designasse uma mãe que obriga os filhos a estudarem demais (kyouikumama)? Afinal, como dizia um professor meu, enquanto você dorme tem um japonês estudando. No italiano, aquele das matronas que controlam a família, o mammismo é o verbo que caracteriza a interferência e o controle da mãe na vida adulta do filho. Os havaianos parecem boêmios e muito sossegados se vistos de longe, mas a gente confirma isso quando fica sabendo que eles têm uma expressão que significa “apostar a mulher no jogo”: pu’ukaula. Eu poderia mencionar os termos divertidos por horas, porquê o livro é uma delícia de ler. Procurem, que vale à pena.

    Sobre a suuuuper promoção de Natal, ainda dá pra se escrever inscrever (era a pressa, mal) no tópico de baixo. Vou sortear no dia 25, quando eu volto com o vencedor e com os votos de feliz natal.

  • Lista dos melhores discos e suuuuper promoção!

    Lá no Indienation, o chefe César me pediu pra postar a lista de melhores discos de 2007. Só que eu não me dou bem com listas porque sempre acho um pecaaaado deixar algumas coisas de fora (e sempre ficam). Fora que eu sempre esqueço de algum item relevante. Nessa lista, foi o Maximo Park, com […] >
  • S’eu pudesse’u processava mil!

    Mas ele não deixou quieto, não. Jeremias José, ao lado de suas advogadas Edicreize da Cruz Santos e Teresinha Mendes Santana, abriu um processo contra todos que se aproveitaram de seu momento de porre para benefício próprio ou o ridicularizaram. Entram aí o Google, o UOL, o Terra, o IG e o SBT.

    Além disso, tem também outros nomes de pessoas físicas e jurídicas, incluindo o fantástico site Camiseteria, só por causa dessa camiseta aqui.

    Agora, imaginem vocês se a moda pega: vai ter processo a dar com pau de figuras como o velhinho que comeu e não pagou, do Leonaldo Gomes (pai do Jeremias), da menina pastora

    É claro que isso é, obviamente, uma grande palhaçada de advogados oportunistas. Vamos ver no que vai dar, se é que vai dar em alguma coisa. Não conheço nada de direito pra dizer se alguém infringiu alguma lei. Exceto, é claro, o Jeremias muito louco, que foi multado por dirigir sem documentação e estar com o documento do carro vencido. Atentem para o fato de que ele não foi punido por dirigir muito doido.

    E já que recordar é viver:

    Editado: A @flaviadurante colocou no Twitter os detalhes do processo.

  • Let's get pregnant!

    E essas são as grávidas da semana:

    Jayden e Sean (são esses os nomes? finalmente decorei!) ganharão um priminho (ou priminha). A irmã da Britney, Jamie Lynn Spears, achou que seria legal dar mais uma alegria a essa família que só tem notícia boa a cada dia que passa e está grávida de um rapaz que conheceu na igreja. Menos mal, né? Ah, em tempo: ela tem 16 aninhos.

    lily_allen.jpg

    Eu adoro a Lily (íntima!), apesar de ter me referido à ela no post embaixo como “inglesinha que usa vestido e sabe falar palavrão”. Bom, depois da notícia que dizia que ela estava prestes a ter um ataque do coração se não perdesse peso, e da capa da QG onde ela saiu super sexy e sensual e tal, vem a boomba: ela tá grávida! Sim! É do Ed Simons, do Chemical Brothers. E, bem, ela diz que está muito feliz. Que bom. Disse também que a gravidez não vai interferir no lançamento do segundo disco. Que bom, também.

    Agora, as ex-grávidas da semana.

    Nasceu o filho da Danielle Winits com aquele cara que eu esqueci o nome. Nada de foto da Danielle Winits nesse blog. Só farei isso quando for absolutamente necessário.

    Uma curiosidade: Em italiano, se você for bem formal (e antigo, parece), você diz que uma mulher grávida está, hum, interessante.

     

     

     

/ Olhômetro
Por Ana Freitas. Desde 2007, esquizofrênico
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit