• Vida Fodona #455: Todo o plagiário do Led Zeppelin

    Caso você não saiba, boa parte das canções do Led Zeppelin foram surrupiadas de outros autores. Você consegue identificar quais são as versões a partir dos originais?

    Ritchie Valens – “Ooh My Head”
    Spirit – “Taurus”
    Jake Holmes – “Dazed and Confused”
    Moby Grape – “Never”
    Bert Jansch – “Black Waterside”
    Muddy Waters – “You Need Love”
    Lone Wolf Blues – “Oscar Buddy Woods”
    Howlin’ Wolf – “No Place to Go”
    Sonny Boy Williamson – “Bring It On Home”
    Josh White – “Jesus Gonna Make Up My Dying Bed”
    Sleepy John Estes – “Drop Down Mama”
    Booker “Bukka” White – “Shake ‘Em On Down”
    Blind Boy Fuller + Sonny Terry – “I Want Some Of Your Pie”
    Albert King – “The Hunter”
    Bobby Parker – “Watch Your Step”
    Howlin’ Wolf – “Killing Floor”
    Jeff Beck Group – “Beck’s Bolero”
    Yardbirds – “Smokestack Lightning”
    Blind Willie Johnson – “Nobody’s Fault But Mine”

    Saca só.

  • Hoje tem Noites Trabalho Sujo no Sarajevo!

    Vamos experimentar? Dessa vez a Noite Trabalho Sujo no Sarajevo – que agora fica nos fundos de uma hamburgueria na Bela Cintra – não cobra nada pra entrar. Basta mandar seu nome para noitestrabalhosujo@gmail.com para garantir a presença e você só paga o que consumir. Para coroar esse experimento, eu convidei meu compadre niterioiense Jesse Marmo – que nos tempos áureos pré-paternidade agitava o Rio de Janeiro como DJ Kowalski – para uma noite repleta de hits, para irmos direto para a essência de uma Noite Trabalho Sujo – pura diversão alto astral!

    Noites Trabalho Sujo @ Sarajevo
    Sexta, 17 de outubro de 2014
    Rua Bela Cintra, 483. Fundos. Consolação.
    Com: Alexandre Matias + Jesse Marmo (RJ)
    R$ 0,00 – isso mesmo, de graça! É só mandar o nome para o email noitestrabalhosujo@gmail.com e entrar na lista ;)

  • 4:20

  • Um Radiohead na Sala São Paulo e no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

    Jonny Greenwood, guitarrista do Radiohead que na paralela também tem uma carreira de compositor erudito, vai ter uma de suas peças eruditas tocadas pela Orquestra Sinfônica Brasileira ainda este mês. A “Norwegian Wood Suite” foi composta como trilha sonora do filme de Tran Anh Hung de mesmo nome e vai ser regida pelo maestro Roberto Minczuk nas duas apresentações. Aqui dá pra comprar os ingressos pra apresentação no Rio, que acontece no dia 23 e aqui para apresentação em São Paulo, que acontece dia 26. Se você não conhece a peça, olha ela aqui, sendo tocada pela primeira vez em público pela BBC Concert Orchestra (e se você quiser baixar, tem a música aqui):

  • South Park libera o download da música da Lorde do South Park

    Vocês lembram que o South Park tirou um sarro com a Lorde dia desses, né? No episódio da semana retrasada do desenho, a cantora neozelandesa era, na verdade, o pai do Stan, um dos moleques da série, que gravava o que sentia quando ia ao banheiro e depois tratava as canções com o autotune para deixá-las com cara de que foram gravadas por uma adolescente.

    A própria Lorde riu da piada, que continua, dessa vez o próprio South Park oferece a música para download gratuito – a versão foi gravada pela cantora australiana Sia.

    Se você não quiser baixar, dá pra ouvir aqui.

    Paródia séria, bicho…

  • 4:20

  • Outro disco de Neil Young em 2014

    Neil Young não para – e depois de lançar um disco gravado numa cabine telefônica, apresenta seu novo projeto: Storytone, um disco gravado sozinho que, na versão deluxe, tem uma segunda versão, gravada com uma orquestra com 92 músicos. Ouça só como ficou a versão para “Who’s Gonna Stand Up?”, que eu já tinha postado aqui, acompanhada da tal orquestra:

    O músico ainda encontra tempo para lançar um segundo livro de memórias, chamado Special Deluxe: A Memoir of Life & Cars, além de continuar vendendo seu tocador de música chamado Pono. Em uma das entrevistas de divulgação do novo disco, o velho canadense passou pelo programa do polêmico radialista Howard Stern e aproveitou para explicar para Stern porque o Crosby Stills Nash & Young não deve voltar a tocar nunca mais. “Tocar com Stills e Nash era realmente ótimo”, mas quando foi perguntado sobre David Crosby, apenas respondeu que “desejo o melhor para ele (Crosby) em sua vida.” E acrescentou: “Já estivemos juntos por muito tempo. Fizemos muitas coisas boas. Por que devemos voltar juntos e celebrar o quanto éramos bons? Que diferença isso faria? Não é pelo público e também não é pelo dinheiro.” Dá pra ouvir o programa inteiro abaixo (em inglês):

Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit
Share with your friends










Submit