Tag Archives: cover

Underworld ♥ Frankie Knuckles

baby-ride

Em memória do primeiro após a morte de um dos pais da house music Frankie Knucles, o grupo Underworld se juntou à dupla de DJs Heller & Farley para recriar em laboratório “Baby Wants to Ride”, um dos marcos zeros do gênero. A versão ficou bem mais enxuta (e menos escancarada) que a original, mas funcionou bem. E foi lançada para arrecadar fundos para o Fundo Frankie Knuckles, que faz parte da Elton John AIDS Foundation. Dá pra comprar o vinil ou a versão digital da música aqui.

Foo Fighters ♥ Rush

fufa-rush

Parei de me interessar pelos Foo Fighters entre o segundo e o terceiro disco deles. Não é que sejam uma banda ruim, só acho que se tornaram uma versão açucarada (demais) do power pop promissor de seus dois primeiros discos, caindo em uma lacuna entre o rock de arena e o emo que inevitavelmente carregariam milhões de pessoas dispostas a berrar seus refrões. Mas não tenho como não achar inspiradora a figura de David Grohl, didaticamente ensinando aos seus fãs o prazer de se ouvir rock. O triste dessa história é o cara ter que explicar isso, mas dá pra entender perfeitamente sua cruzada pessoal nesses tempos coxinha que vivemos. E ela inclui o bom e velho minisset de covers no meio do show – e no show do Rio na semana passada eles tocaram sua versão xerox (solos idênticos e tudo) para “Tom Sawyer”, do Rush, aquela banda que eternamente será o antônimo de cool:

É muita moral tocar Rush em qualquer época, dizaê.

Stephen Malkmus cantando Black Crowes

stephenmalkmus

Lembra daquele show de vinte anos da Vice? Eis mais um trecho de um show inusitado – tanto quanto o líder do Pavement cantando o maior hit dos Black Crowes. E o pior é que se, em tese, Stephen Malkmus cantando “Remedy” parece o cúmulo da ironia, quando a banda engata as coisas funcionam – e bem.

De brinde, outro vídeo novo da mesma noite, que traz Jarvis Cocker cantando a ridícula “If the Kids Are United” do Sham 69.

E pra quem interessar possa: os Black Crowes acabaram de encerrar suas atividades.

Bob Dylan ♥ Frank Sinatra

Dylan-

Dylan continua sua saga de trovador do século 20 e no mês que vem lança mais um disco de canções alheias – no caso, músicas consagradas por Frank Sinatra no disco Shadows in the Night. Já tínhamos ouvido “Full Moon and Empty Arms” no ano passado e agora ele vem com a bucólica “Stay With Me”. Eu sou fã, então já sabem o que achei…

Frank Ocean ♥ Aaliyah

aaliyah

Frank Ocean tá que não se aguenta pra lançar música nova. Primeiro foi a vinheta esticada “Memrise”, que lançou no ano passado, como uma espécie de prenúncio de seu próximo disco. E na semana passada ele aproveitou que no último dia 16 a cantora Aaliyah completaria 36 anos se estivesse viva para regravar um clássico do repertório da musa R&B, “At Your Best (You Are Love)“, dos Isley Brothers, que Aaliyah puxou para si. Frank tira os beats, os samples, os vocais de apoio e deixa apenas o piano para acompanhar seu vocal choroso.

Céu 2014: “Eu só quero você e mais nada”

ceu-2014

Céu está lançando seu primeiro disco ao vivo (também em DVD) que fecha o ciclo de sua primeira década na ativa, reunindo músicas dos três primeiros álbuns e algumas versões de músicas de outros autores – ela me chamou pra escrever o release do disco, outro dia eu posto aqui. E entre as faixas que ela registra pela primeira vez está essa irresistível versão para “Mil e Uma Noites de Amor”, de Pepeu Gomes. Aumenta o som…