Tag Archives: cover

Céu 2014: “Eu só quero você e mais nada”

ceu-2014

Céu está lançando seu primeiro disco ao vivo (também em DVD) que fecha o ciclo de sua primeira década na ativa, reunindo músicas dos três primeiros álbuns e algumas versões de músicas de outros autores – ela me chamou pra escrever o release do disco, outro dia eu posto aqui. E entre as faixas que ela registra pela primeira vez está essa irresistível versão para “Mil e Uma Noites de Amor”, de Pepeu Gomes. Aumenta o som…

She & Him ♥ Beach Boys

shehim

O disco desse ano da dupla formada por Zooey Deschanel e M. Ward é composto apenas por clássicos da música pop – não por outro motivo chama-se apenas Classics. Mas por algum motivo eles deixaram o maior clássico dos Beach Boys de fora do disco – e resolveram gravá-lo para o seriado estrelado por Zooey, The New Girl. O resultado, com a dupla, é previsível – mas nem por isso deixa de ser bonitinho.

Real Estate tocando Weezer com o Rivers Cuomo

riverscuomo-realestate

A banda nova-iorquina Real Estate, dona de um dos grandes discos de 2014 (Atlas, excelente), passou por São Paulo na semana passada e no repertório paulistano sacou um raro cover de Weezer (“No Other One”, do clássico Pinkerton), pegando o público de surpresa (procurei a música no YouTube, mas não achei). Para quem acompanha de perto não foi tão inusitado, pois no último show que eles fizeram nos EUA antes de vir para o país, na terça-feira, em Los Angeles, contaram com ninguém menos que o próprio Rivers Cuomo, o dono do Weezer, nos vocais do hit indie, que, marcha reduzida, tornou-se hipnótico.

Lorde x Jeremih

lorde-jeremih

18 anos recém-completos (no último dia 7), Lorde segue surfando sua boa onda. A novidade desta vez é a incrível versão em câmera lenta que ela fez ao vivo na BBC para a grudenta “Don’t Tell ‘Em”, do Jeremih. Se você não conhece o original, dá uma sacada antes:

Agora vê o que a pequena neozelandesa fez com a música…

Não é fraca não…

“Maybe I’m Amazed” com Billy Joel

A balada rock ao piano é algo tão associada ao hino apaixonado “Maybe I’m Amazed” de Paul McCartney quanto à carreira de Billy Joel que mesmo que você não reconheça a importância do segundo pianista não dá para dizer que ele é dos melhores nomes para interpretar o ponto alto do primeiro disco solo do Paul no tributo que está vindo aí.