Tag Archives: guerra nas estrelas

Kevin Smith aprovou o que viu do Episódio VII de J.J. Abrams

kevin-smith-episode-vii

J.J. Abrams não dá mole – e pra manter seu crédito nerd afiado durante os bastidores do próximo capítulo de Guerra nas Estrelas, o criador de Lost chamou uma das patentes mais altas das tropas geek para visitar pessoalmente sua versão do universo de George Lucas. E Smith falou o que pode em sua conta do Instagram:

“Visitei J.J. e o set de seu Episódio VII. Tive de assinar um contrato de confidencialidade então só posso compartilhar com os assinantes as marcas de lágrimas deste velho Bantha e o nariz sujo com a meleca do júbilo. A Força ESTÁ neste filme. Holy sith…”

E cada vez mais cresce o mito ao redor deste filme – que só estreará no fim do ano que vem.

Guerra nas Estrelas via Guardiões das Galáxias

galaxy1
galaxy2

Que tal aplicarmos o jeito Marvel de vender cinema à franquia mais popular da história de Hollywood:

A inspiração, caso você não tenha ligado o nome à pessoa, veio daqui:

E algo me diz que esse Guardiões das Galáxias pode ser uma mina de ouro pronta para transformar Chris Pratt em um herói para uma geração inteira de pré-adolescentes, os primeiros nascidos neste século. E justo com os heróis menos prováveis de todo o elenco da Marvel…

As primeiras imagens do sétimo episódio de Guerra nas Estrelas

star-wars-07-00

O TMZ descolou fotos do Episódio VII de Guerra nas Estrelas, o primeiro dirigido por J.J. Abrams, e entre um javaporco gigante, naves aos pedaços, fumaça preta e gente vestida em túnicas parece que J.J. respeitou dois dos quatro pilares sagrados da trilogia original – aquele que diz que Guerra nas Estrelas acontece nos confins das galáxias (e não em cidades, capitais e senados) e que a tecnologia é decadente, sucateada, ferro-velho. E hoje também foi o dia em que foram anunciadas mais duas atrizes na nova trilogia: Gwendoline Christie, a Brienne do Game of Thrones, e Lupita Nyong, revelada pelo filme 12 Anos de Escravidão, eleita a mulher mais bonita do mundo pela revista People este ano.

star-wars-07-09

star-wars-07-08

star-wars-07-07

star-wars-07-06

star-wars-07-05

star-wars-07-04

star-wars-07-03

star-wars-07-02

star-wars-07-01

Tem mais fotos lá no TMZ.

Sim: traduzi O Império Contra Ataca!

star wars_darkside_3d

Hoje é o dia mundial de celebração de Guerra nas Estrelas (“May the 4th be with you”) e a minha comemoração é um trunfo pessoal: imagino a cara de orgulho e felicidade que teria aos nove anos caso descobrisse que, 30 anos depois, eu traduziria para o português a melhor história do universo criado por George Lucas. Então dou este presente ao pequeno Alexandre Matias e anuncio com satisfação que sou o tradutor da versão em livro de O Império Contra-Ataca, cuja edição faz parte do lançamento em papel da trilogia clássica, lançada pela primeira vez no Brasil pela DarkSide Books. Eu que agradeço :)

Os quatro pilares básicos de Guerra nas Estrelas

4-rules-to-make-star-wars-great-again

Todo mundo já falou disso, mas vale deixar registradas estas incríveis regras básicas que o grupo reunido ao redor do site DearJJAbrams resolveu explicar para o atual responsável pela última parte da trilogia de trilogias imaginada por George Lucas. Um conjunto de premissas que não apenas explicam o motivo da trilogia original ter fascinado tanto seus fãs quanto conta porque ela foi tão frustrante para as mesmas pessoas quando sua primeira parte foi filmada anos depois. Saca só:

Discutindo ficção científica no MIS

futurama_star_trek_star_wars

Pra encerrar a semana de ficção científica que está rolando no MIS, a Galileu propôs uma mesa para falar sobre como as grifes Jornada nas Estrelas e Guerra nas Estrelas ajudaram a popularizar o gênero no final do século 20. Medio o bate-papo logo em seguida da exibição de um episódio da série clássica do Jornada e antes de uma maratona com os seis (isso, OS SEIS) filmes da saga do clã Skywalker na ordem e o Luís e o Ramon participam dessa conversa. Inevitável falar também do futuro das duas grifes. Vamo lá?

27/07 (sábado) – 15:30
“Como Star Wars e Star Trek reinventaram a ficção científica”
Embora sempre popular, a ficção científica era um nicho restrito a iniciados e a geeks, mas a partir do lançamento da série Jornada nas Estrelas e, dez anos depois, dos filmes Guerra nas Estrelas, este cenário começou a mudar – o cinema passou a dar mais destaque para o gênero, que conquista cada vez mais fãs e hoje é um dos principais filões da indústria do entretenimento.
Mediação: Alexandre Matias (diretor de redação da revista Galileu)
Participação: Luís Alberto Nogueira (diretor de redação da revista Monet) e Ramon Vitral (repórter do Caderno 2 do jornal O Estado de São Paulo)
Ingresso gratuito: retirar com 1h de antecedência na recepção