OEsquema

Arquivo: noite sp

Hoje eu toco no Lab!

A Laís e o Mexicano me chamaram pra tocar hoje na festa que eles fazem lá no Lab, vambora? As coordenadas estão na página do evento no Feice ou site do Lab, que fica na Augusta. Eu começo a tocar à uma da madruga…

Comente

Trabalho Sujo + Veneno Soundsystem: Mais uma festa inacreditável

Só que foi sabe o quanto a festa de sexta foi foda. Deixo aqui alguns cliques feitos pelo Ariel Martini, que chegou lá pelo final, mas conseguiu captar perfeitamente o nível de loucura da sexta pro sábado.

Foi demais! Valeu todo mundo! Quando vai ter outra?

4 Comentários

Autoramas + BNegão

Nesse fim de semana também teve Autoramas e BNegão tocando juntos na festa em que fui discotecar no Beco. O encontro foi melhor do que poderíamos prever…

Vai rolar outro?

6 Comentários

Hoje no Clube da Luta

O embate de hoje no Clube da Luta do Beco 203 vai além das picapes e começa no palco, quando os Autoramas e BNegão duelam ao vivo. Depois, eu duelo com os Twins numa pista cujo único intuito é fazer todos dançar sem parar. E se você quiser entrar de graça, basta botar seu nome na área dos comentários aí embaixo até às 20h do sábado que eu libero esquema pra ir na faixa. Bora?

24 Comentários

TRABALHO SUJO + VENENO: NO LUGAR CERTO, NA HORA CERTA

É daqui a pouco! Mande seu nome pro email baileveneno@gmail.com até às 20h e tenha a certeza de uma noite memorável…

1 Comentário

Trabalho Sujo + Veneno Soundsystem – No Lugar Certo, Na Hora Certa

Lembram da festa de 15 anos do Trabalho Sujo, né? A segunda edição daquele evento acontece nessa sexta-feira, dia 19, na Trackers, o mesmo lugar em que a primeira rolou. O esquema é o mesmo: de um lado os Veneno Soundsystem comanda a pista 100% Analógica e do outro eu comando a pista 100% Digital. E temos novidades no elenco: Bruno Palazzo se apresenta junto ao trio dos vinis, pesando a mão em grooves ancestrais e brasilidades contagiantes. Do meu lado, além da Gente Bonita, também toca o Alex, que comanda a excelente Glow in the Dark na Funhouse, começa a noite apimentando indie e eletrônica, seguido pelo primeiro encontro dos mestres Babee, a mãe do Boombop, e Pattoli, o pai do Churrasco Grego, misturando pop deslavado, indieces de pista e o inusitado. Siga o link da página do evento no Facebook, confirme presença pelo email baileveneno@gmail.com. Nos vemos lá!

11 Comentários

Festa nova do Camilo!

Quando o Camilo tá no comando de algo não precisa nem pensar duas vezes pra saber se é bom. E é assim que ele inaugura mais uma festa, a I Feel Love, que ele faz acontecer no Teatro Coletivo, ali na Consolação. Além dele, também tocam na noite de sábado o Bo$$ in Drama e o Pedro Dubstrong, dono do set abaixo, que dá um climão de como vai ser a noite proposta pelo compadre Camilo. Ele dá mais coordenadas sobre a festa no Bate-Estaca – além de dar as dicas pra conseguir entrar sem pagar.


DJ Dubstrong – “Live@Groovelicious 2011

Comente

“Tão bom perfume… Sei lá…”

Retomando as atividades pra avisar que agosto não vai dar descanso – no melhor sentido. De cara, já anuncio o repeteco da festa de 15 anos do Trabalho Sujo (“festa de 15 anos e três meses”, sugeriu a Jana – curti), que acontece ainda esse mês numa sexta-feira e deve repetir a fórmula bem sucedida da edição de abril. Numa sexta-feira também acontece mais uma Gente Bonita em Curitiba, cortesia do In New Music We Trust. Anuncio as datas corretas e mais novidades em breve, mas prometo um mês de muitas emoções. Afinal é o mês do aniversário de três anos dOEsquema, que acontece na próxima segunda-feira.

1 Comentário

Vou discotecar na Glow in the Dark hoje

Discoteco hoje de novo na Funhouse, na ótima Glow in the Dark, também conhecida como “a festa da luz negra”. O esquema, pra quem não conhece, é simples e divertido: vá de branco (a cor da roupa também dá desconto na porta) e, lá chegando, você ganha umas canetinhas fluorescentes pra riscar tudo à vontade. Aí as luzes se apagam, liga-se a luz negra e todo mundo fica brilhando no escuro. Além de mim, que toco a partir das 0h30, também tem discotecagem dos Adverteasers, o Poms da Balada Mixta, o próprio Alex Correa (que além de organizador da festa ainda comemora seu aniversário, junto com a Helena, fotógrafa da festa) e o Péricles, também conhecido como Bo$$ in Drama. Vamo lá, vai ser altos! As coordenadas tão todas na página da festa no Feice.

Comente

Como foi o show do Jon Spencer Blues Explosion em São Paulo

Foi alto. Muito alto. Poderia ser mais alto (claro, sempre pode), mas a massa sonora dos três sujeitos no palco literalmente move as pessoas.

E foi preciso. Guitarras, bateria, berros, gaita, theremin, saudações para o público, “São Paulo” gritado no meio das músicas sem soar piegas, coro da galera, mãos pra cima, muito suor, pouca luz.

Show de roque – como se o Mick Jagger não tivesse nascido para o estrelato, apenas para o rhythm’n'blues. Por alguns instantes o Bourbon perdia sua cara de Moema e parecia estar no meio de uma Augusta utópica, à moda antiga.

Impressionante como Jon Spencer parece ter caído na fonte da juventude. Dez anos mais velho que eu, aparenta e move-se como se tivesse dez anos a menos.

Memorável.

4 Comentários
Página 6 de 20« Primeira...2345678910...Última »