OEsquema

“Os Três Porquinhos” no Guardian

Para demonstrar de maneira mais clara o conceito de open journalism adotado pelo jornal, o Guardian produziu uma propaganda mostrando como seria cobertura da história dos “Três Porquinhos” seguindo esses preceitos. Partindo do  pressuposto que jornalistas não são os únicos especialistas em determinado assunto, o Guardian tem contado com a colaboração de pessoas de fora da redação para escrever suas histórias.

O caso mais bem sucedido até aqui foi a divisão de 40 mil documentos da WikiLeaks entre 23 mil leitores para mapear o conteúdo da papelada, trabalho esse que seria impossível ser desempenhado a tempo contando apenas com o efetivo da redação.

Comente
por: Bruno Natal postado em: Digital tags: , ,

Os comentários estão fechados.